11 de novembro de 2019

Segurados do INSS que moram fora do país também devem realizar Prova de Vida

Segurados do INSS que moram fora do país também devem realizar Prova de Vida

Os segurados do INSS precisam comprovar anualmente que estão vivos para continuar recebendo o seu benefício normalmente. O mesmo vale para quem mora fora do Brasil.

Para evitar problemas com o pagamento, os segurados que moram no exterior precisam fazer a “Prova de Vida” junto às representações consulares brasileiras (Embaixadas e Consulados) ou por meio de formulário disponível na internet, no site do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O que só é possível se o país for signatário da Convenção de Haia. Em ambos os casos, é preciso enviar o documento de comprovação para o Brasil pelo correio segundo indicações descritas no próprio formulário.

O formulário pode ser encontrado no site do INSS na internet na aba “Informação e Transparência” e, depois, “Assuntos Internacionais”. Logo a seguir, acesse “Formulários para acordos internacionais” e, então, “Formulário atestado de vida para comprovação perante o INSS”. Depois de preenchido, basta enviar para o endereço no Brasil indicado no verso do formulário.

O crédito dos benefícios de quem não realizou a comprovação de vida anual será bloqueado e, após dois bloqueios, será suspenso. O encerramento do benefício ocorre seis meses após a suspensão.

Segurados do INSS que moram no exterior podem tirar dúvidas sobre o assunto enviando e-mail para dcainter@inss.gov.br. Clique aqui para conferir a lista dos países participantes da Convenção de Haia.

 

 

Leia também!

Confira três pontos positivos da Reforma da Previdência

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.