10 de outubro de 2019

Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de acidentes de trabalho

Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de acidentes de trabalho

O Brasil ocupa a quarta posição no ranking mundial de acidentes de trabalho. A Previdência Social registra por ano cerca de 700 mil casos, e, segundo dados do Observatório Digital de Segurança e Saúde do Trabalho, o país chega a contabilizar uma morte por acidente em serviço a cada três horas e 43 minutos.

De acordo com informações do Sistema Nacional de Agravos de Notificação (SINAN), foram notificados 4.503.631 acidentes entre 2012 e 2018. No mesmo período, 16.455 desses acidentes resultaram em morte. Os dados incluem todos os trabalhadores atendidos pelo SUS no período. O SINAN é alimentado por notificações de casos de doenças e agravos da lista nacional de doenças de notificação compulsória (Portaria MS nº 4/2017).

Esses números se referem a trabalhadores com vínculo de emprego, com carteira assinada e no âmbito do Regime Geral da Previdência Social. Não foram incluídos, os servidores estatutários ou trabalhadores informais.

As lesões mais frequentes são:

  • Corte, Laceração, Ferida Contusa, Punctura;
  • Fratura;
  • Contusão, Esmagamento;
  • Distensão, Torção;
  • Lesão Imediata.

Setores com mais comunicações de acidente:

  • Atividades de atendimento hospitalar;
  • Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios – hipermercados e supermercados;
  • Administração pública em geral;
  • Construção de edifícios;
  • Transporte rodoviário de carga.

 

 

Fonte: SmartLab

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.