25 de janeiro de 2019

Empreender na aposentadoria é uma realidade

empreendedorismo na aposentadoria

Se a aposentadoria um dia foi sinônimo de tempo ocioso e férias permanentes, hoje, ela significa o início de um tempo novo, bastante produtivo. Momento, para muitos, de concretizar um antigo sonho, como o de ter o próprio negócio, por exemplo.

Numa pesquisa recente feita pelo Sebrae sobre o perfil do “Potencial empreendedor aposentado”, com pessoas acima de 50 anos, ficou evidente a disposição para empreender entre aqueles que estão chegando à aposentadoria. Um em cada 10 afirmou que pretende empreender nos próximos dois anos. Seja para aumentar a renda da família, seja para ocupar o tempo livre que os espera.

Leia Também: INSS altera regras para tornar mais rígido o controle de empréstimos consignado

O levantamento mostrou que 80% dos entrevistados que pretendem empreender na aposentadoria, já sabem que tipo de negócio desejam montar. Segundo a pesquisa, boa parte dos entrevistados (60%) quer abrir um negócio no setor do comércio; 30% pretende abrir um negócio no setor de serviços; o ramo da alimentação foi citado por 25,2%; o setor lojista foi citado por 6,8% dos entrevistados; e uma parcela menor (4,6%) cogita a possibilidade de abrir uma empresa de consultoria.

Mário Persona, palestrante, escritor e estrategista de comunicação e marketing, dá cinco dicas de empreendedorismo para quem vai se aposentar ou já está se aposentando e quer começar uma atividade ou negócio próprio. Segundo ele, uma boa ideia é investir em ramos de atuação que não demandem gastos com maquinários, contratação de funcionários ou estoques, por exemplo. Assista ao vídeo na íntegra aqui!

 

Fonte: Sebrae Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.